Facebook Pixel

Suplementação de BCAA - Pood Blog

Suplementação de BCAA

Nos últimos anos tem crescido o interesse e publicações científicas sobre a suplementação nutricional associada com a melhora no desempenho físico e/ou função imunológica (principalmente em esportes com alto volume de treino). Entre um dos suplementos mais utilizados pelos atletas está o BCAA (aminoácidos de cadeia ramificada) principalmente por estar associada ao aumento de massa muscular (Blomstrand et al., 2006), redução no catabolismo (Greer et al., 2007) e modular a função imune (Bassit et al., 2002). O BCAA é composto pelos aminoácidos: Leucina, Isoleucina e Valina que são uma tríade dos aminoácidos essenciais (principalmente a Leucina) (Anthony et al. 2001).

Em relação a suplementação crônica de BCAA, em atletas de endurance esteve associada com a redução da Creatina Kinase (CPK) e lactato dehydrogenase (LDH) (ambos marcadores de dano muscular), sugerindo de que o BCAA reduz o dano muscular em exercício de endurance (Coombes and McNaughton 2000). Não obstante, Kephart et al., (2016) avaliaram os efeitos da suplementação crônica de BCAA 12 g/dia (6 g/dia Leucine, 2 g/dia, isoleucina e 4g/dia, Valina) ou placebo (maltodextrina) durante 10 semanas e avaliaram as alterações na composição corporal, performance (potência pico no teste de Wingate;4 km time-trials) e variáveis do sistema imune em atletas do ciclismo. Os pesquisadores encontraram efeitos positivos da suplementação do BCAA no Sprint (teste de Wingate). Além disso, a suplementação de BCAA diminuiu resposta dos neutrófilos (célula do sistema imune) em resposta ao treinamento intenso de ciclismo, demonstrando que a suplementação pode melhorar a função imune.

Portanto, parece que a suplementação crônica de BCAA pode favorecer nos ganhos de performance em provas de endurance e melhorar função imunológica (diminuindo imunossupressão, resfriados e até mesmo o overtraining).

*Consulte seu Nutricionista para saber sua real necessidade da suplementação.

Ramires A. Tibana / Instagram (@ramirestibana)
PhD Student at Catholic University of Brasília - Brazil

Leave a Reply
WhatsApp Chat WhatsApp Chat