Facebook Pixel

Reebok Crossfit Combine Transition - Review Completo - Pood Blog

Reebok Crossfit Combine Transition - Review Completo

Você chega no whiteboard e ouve atentamente o seu Coach apresentar o Wod do dia: uma mistura de corrida, levantamentos olímpicos pesados, pulos de corda e pistols. Como alcançar o melhor resultado: calçando seu Lifter para garantir os snatches e os pistols ou optando pelo seu Reebok Nano ou Nike Metcon para não perder tempo na corrida e evitar erros nos pulos de corda? A resposta da Reebok é: vai de Reebok CrossFit Combine/Transition. A Pood Fitness avaliou e apresenta em primeira mão as conclusões para Você.

Design

Comecemos pelo ponto mais controverso envolvendo o Reebok CrossFit Combine. O primerio contato com o lançamento da Reebok é realmente impactante. O tênis é diferente de todos os outros do mercado, justamente por mesclar características marcantes de modelos desenvolvidos para finalidades diferentes: o Reebok CrossFit Combine parece um tênis de passeio com solado de Lifter e reforços para movimentos específicos do CrossFit.

A conclusão: à primeira vista o tênis não é bonito, nem feio. É diferente, chega a ser estranho.

Conforto

Antes de calçar a expectativa é de um tênis pesado e pouco flexível, principalmente pelas características que o aproximam de um Lifter: solado alto e fecho em velcro de fixação com grampo na parte frontal. O preconceito some tão logo Você calça o Reebok CrossFit Combine.

A conclusão: o tênis é confortável e a sua flexibilidade impressiona pelo contraste com o visual robusto. O solado plano aproxima a sensação de estabilidade dos Lifters e ainda assim garante uma pisada macia com absorção de impacto muito superior à dos Reebok Nanos. Os reforços nos calcanhares e o fecho de fixação em velcro garantem muita firmeza nos pés enquanto o acabamento nas pontas dos pés garantem mobilidade e versatilidade nos movimentos.

Desempenho

Este certamente é o quesito que merece maior destaque na avaliação do Reebok CrossFit Combine. Justamente porque toda a propaganda feita sobre o novo modelo é concentrada na sua versatilidade. Os resultados? São incríveis:

  • Corridas e Sprints? Muito melhor que os Nanos e que os Lifters (nem se fala)
  • Levantamento olímpico e Pistols? Muito melhor que os Nanos (calcanhar mais firme e alto e mais estável) e pior que os Lifters (naturalmente)
  • Pulo de corda? Tão bom quanto os Nanos (pois mais pesados, mas absorvem melhor o impacto) e muito melhor que os Lifters (naturalmente)
  • Ginástica? Levemente pior que os Nanos (pois mais pesados) e melhor que os Lifters (pois mais leves)
  • Subida de corda? Melhor que os Nanos (mais aderência e mais reforçados) e muito melhor que os Lifters (naturalmente)

A conclusão: de fato a Reebok conseguiu desenvolver um tênis MUITO VERSÁTIL. É possível que Você opte pelo Reebok Nano ou por um Lifter a depender do Wod que Você tomou conhecimento antes de chegar no Box, mas se Você quer estar preparada para qualquer Wod imaginável: mantenha o seu Reebok CrossFit Combine na mochila.

Preço

Por mais contraditório que pareça, uma grande vantagem do Reebok CrossFit Combine é o seu visual estranho. Por se tratar de um lançamento ainda pouco conhecido e com resistências estéticas no mercado, o modelo que visivelmente foi desenvolvido com muita tecnologia e materiais de primeira linha já pode ser encontrado com valores promocionais.

PRÓS

  • Solado estável
  • Salto no calcanhar para pessoas com pouca mobilidade
  • Reforço no calcanhar e fecho que garantem mais fixação
  • Não precisa trocar de tênis durante o Wod
  • Absorção de impactos em corridas e pulos de corda
  • Promoções no lançamento

CONTRAS

  • Design e visual estranho(subjetivo)
Leave a Reply
WhatsApp Chat WhatsApp Chat